O que é cromossomo??

Na conversa passada, vimos que no DNA estão guardadas todas as informações da célula, como em uma enciclopédia. E que ele é constituído por uma sequência de letras (A, T, C, G), quando há um erro nesta sequência, podemos vir a desenvolver uma doença genética.

Se abrirmos um livro, veremos que aquelas milhares de letrinhas de nosso alfabeto estão organizadas. Um olhar atento nos mostra que temos capítulos, parágrafos, frases e orações.

Michelle, ah, não! Entendo menos português que Ciências!

Tudo bem! Então observe que temos várias partes neste livro, ok? Assim é nosso DNA, ele é dividido em várias partes!

Com o auxílio de um microscópio conseguimos observar a organização do DNA em cromossomos. Isso mesmo o cromossomo, nada mais é que o DNA enrolado em proteínas, similar ao que acontece em um carretel de linha!

Mas… Michelle, o que são proteínas?

Proteínas são moléculas especiais que estudaremos em breve…

E para que o DNA se enrola? Para dificultar as coisas??

Que nada! A célula não gastaria tempo enrolando o DNA à toa.

O que ocorre é que para crescermos, repormos as células perdidas e formar gametas (espermatozóide e óvulo), precisamos que nossas células se multipliquem. E para que as células formadas tenham a mesma informação da célula mãe, elas devem possuir o mesmo material genético, certo?

Assim, para se multiplicarem as células precisam antes duplicar o DNA. Daí peço para você imaginar, uma célula de 10 µm (1 centímetro dividido por mil) tendo dentro 2 metros de DNA…rsrs…

E este DNA tendo que se dividir em duas partes iguais… fica mais fácil se organizarmos em carretéis… ou cromossomos, você não acha? 

Na espécie humana o DNA é organizado em 46 cromossomos, sendo que temos 23 pares, ou seja, 23 cromossomos vindos de nosso pai e 23 de nossa mãe.

Michelle, mas e as doenças genéticas causadas por problemas nos cromossomos??

Vamos deixar para a próxima conversa, neh?

Ciência RARA

#TODOSpelosRAROS #doencasraras #VidasRaras #CienciaRARA #doencasgeneticas #errosinatosdometabilismo #errosinatosdaimunidade #anomaliascongenitas #imunodeficiencias

Estive dentro de um grande centro universitário (Universidade Federal de Juiz de Fora) durante 15 anos, lá fiz Graduação, Mestrado e Doutorado em Ciências Biológicas. Neste período, atuei ativamente em projetos de pesquisa envolvendo diversas subáreas da saúde como bioquímica, biologia celular, Imunologia, genética e Biotecnologia. Também tive a oportunidade de dar aulas e senti grande satisfação em poder compartilhar o conhecimento obtido. Com o surgimento de uma doença rara, a Paraparesia espástica hereditária, tive que diminuir meu ritmo e ressignificar minha vida! Dessa maneira, surgiu o Ciência RARA, onde tenho a oportunidade de ajudar as famílias acometidas com doenças raras a entender um pouquinho sobre os termos científicos que invadiram suas vidas!

Deixe uma resposta